Catacumba

Ninguém aposta muito pelo Catania, mas o fato é que o time está em alta no Campeonato Italiano. Tem 14 pontos e já tirou pontos da Juventus e da Internazionale. Agora pode incluir o Napoli nessa lista. Cavani precisou de menos de um minuto para iludir o torcedor napolitano. Marchese e Bergessio colocaram as coisas em seu devido lugar no Angelo Massimino, onde o Catania está invicto. O Napoli jogou o segundo tempo inteiro com um jogador a menos. Santana foi expulso. Azar de Mazzarri.

Éder Fantoni
@ederfantoni 

Páscoa indigesta

Juventus 2 x 2 Catania
Del Piero (2) (J), Gomez (C), Lodi (C)

Del Piero se lambuzou com chocolate, mas, no fim, o Catania fez a Páscoa bianconera amarga, muito amarga. Com um gol aos 50 minutos do segundo tempo, o time da Sicília conquistou um ponto de ouro contra o rebaixamento após estar perdendo por 2 a 0. A Velha Senhora perdeu uma grande oportunidade de se aproximar da vaga na Liga dos Campeões. Agora, esquece.

Éder Fantoni
@ederfantoni

Palermo pelos ares

Nunca é bom perder um derby. Ainda mais por 4 a 0. E este foi definitivamente um choque para o Palermo. Tudo foi pelos ares. O Catania humilhou o seu rival da Sicília no estádio Angelo Massimino sem grandes dificuldades e provocou mais uma reviravolta no clube.

Cosmi esquentou o banco por apenas quatro partidas. Depois da terceira derrota, ciao, ciao. Sim, Cosmi não é mais técnico do Palermo. E quem assumiu? Delio Rossi. Exatos 36 dias depois de ser demitido, ele está de volta ao Palermo. Nunca duvide do que Zamparini pode fazer.

Fique atento, Rossi, pois do jeito que ele é louco, é capaz de te demitir por causa da cor da sua gravata no dia da sua reapresentação. 

Éder Fantoni
@ederfantoni

O de sempre

Udinese 2 x 0 Catania
Inler (U), Di Natale (U)

Show, golaço, jogada de Sanchez, gol de Di Natale, vitória da Udinese… Tudo normal no Friuli. Mais uma rodada e mais um show a parte do time de Udine, que bateu o Catania, chegou aos 56 pontos e se manteve na zona de classificação para a Liga dos Campeões. E a equipe de Guidolin está a seis pontos do líder Milan. Vai vacilando, vai… a Udinese é f….

Éder Fantoni
@ederfantoni

Fiorentina versão Mutu-Gila

Fiorentina 3 x 0 Catania
Mutu (2) (F), Gilardino (F)

Vitória convincente da Fiorentina sobre o Catania, por 3 a 0, na melhor versão Mutu-Gila. O romeno marcou duas vezes – primeira doppietta do atacante nesta temporada. Finalmente ganhou aplausos da torcida viola. Gilardino, em posição de impedimento, também deixou sua marca. A Fiorentina esteve absoluta no jogo. O Catania teve um dia para esquecer.

Éder Fantoni
@ederfantoni

Uruguai? Dessa vez é Colômbia

Napoli 1 x 0 Catania
Zuniga (N)

Muitos pensavam que o Napoli não teria tantas dificuldades para bater o Catania neste domingo, mas não foi bem assim. No San Paolo, Cavani quase amargou a festa da torcida napolitana ao perder um pênalti. Mas o cartão postal veio da Colômbia. Zuniga mandou uma bola na rede (primeiro gol do colombiano no Campeonato Italiano) e garantiu o triunfo que deixa o Napoli a três pontos do Milan. Na próxima rodada há o duelo entre as duas equipes no San Siro. 

Éder Fantoni
@ederfantoni

Dupla implacável

Nove minutos do segundo tempo: Van Bommel é expulso e o jogo, que já era difícil para o Milan, se torna ainda mais complicado. Ou não. Graças à dupla implacável formada por Ibrahimovic e Robinho, o Milan venceu mais uma no Campeonato Italiano: 2 a 0 sobre o Catania, fora de casa. Três pontos fundamentais para disparar na ponta na Série A.

Os gols? Primeiro uma bomba de Ibrahimovic e, no rebote, Robinho. Depois, passe perfeito do brasileiro para o sueco: rede. O Milan nem sentiu a inferioridade numérica. Só a dupla Ibra-Binho deu conta do recado. Pobre Simeone que, em dois jogos no comando do Catania, ainda não sabe o que é vencer. 

Éder Fantoni
@ederfantoni

Parma dá as “boas-vindas” a Simeone

Não foi a estreia dos sonhos para Simeone no comando do Catania. O time da Sicília foi até o estádio Ennio Tardini e se deu mal. Candreva (ou Ângelo?) e Giovinco, numa cobrança de falta impecável, garantiram o placar de 2 a 0 para o Parma que, se não fez uma grande partida, soube aproveitar as chances que teve, coisa que o Catania não conseguiu fazer.

Vitória importante para a equipe comandada por Marino, que se distancia da zona de rebaixamento. Já o Catania inicia mal sua aventura com Simeone. O time até que se esforçou, pressionou o Parma em alguns momentos, mas não conseguiu resolver na frente do gol. Simeone terá muito trabalho pela frente. 

Éder Fantoni
@ederfantoni

Inter de “asso”

A festa de "Chuchu" Cambiasso

É uma Inter de aço. Ou melhor, de Cambiasso. Depois de vencer o Napoli na quinta-feira, por 3 a 1, o time nerazzurro viajou até a Sicilia para enfrentar o Catania, saiu de uma situação desconfortável após estar perdendo por 1 a 0, e conseguiu uma excelente virada com dois gols de Cambiasso – contra o Napoli, ele marcou um.

Foi a segunda vitória de Leonardo no comando da Inter. Há muito o que comemorar. O primeiro tempo não foi como Léo esperava. Eto’o pouco apareceu, assim como Milito. Do outro lado, Maxi Lopez, isolado, era pouco para o Catania incendiar o jogo. Isso só foi acontecer na segunda etapa.

A Inter se curvou ao time do Catania e tomou o gol de Gomez. Era merecido. Mas isso despertou a vontade interista. Se não dá na técnica, vai na raça. Se os atacantes não estão num bom dia, é melhor chamar os meias. A defesa do Catania soube controlar Eto’o e Milito, mas se perderam quando viram Stankovic e Cambiasso avançaram.

O argentino marcou dois gols e virou um jogo que nem a torcida do Catania esperava. Com a Inter não se brinca. Principalmente quando está ferida. A equipe da casa se descuidou durante cinco minutos. Fatal. Com Benítez, Eto’o era o centro das atenções. Só ele marcava.

Com Léo, o meio de campo tem um papel fundamental na armação de jogadas e nas conclusões a gol. É mais uma arma para derrotar os adversários. Contra o Napoli, brilhou Thiago Motta. Contra o Catania, brilhou Cambiasso. Agora, os nerazzurri estão a onze pontos do líder Milan, mas com dois jogos a menos.

(Clique aqui e veja todos os gols da 19ª rodada da Série A)

Éder Fantoni
@ederfantoni

BoBorriello, VuVucinic

Uma dupla dessa é muito para o Catania aguentar

Esta não foi uma tarde tão fácil assim para a Roma. O time giallorosso sofreu para bater o Catania no estádio Olímpico, mas conseguiu graças a dois jogadores: Borriello e Vucinic. Doppietta para ambos. O placar de 4 a 2 esconde o que realmente foi a partida – Silvestre e Maxi Lopez marcaram para o Catania.

O time do técnico Giampaolo terminou a primeira etapa em vantagem, com domínio da partida. Porém, depois da chacoalhada de Ranieri no intervalo, a Roma voltou a campo mais disposta e conseguiu a virada – isso com quatro atacantes.

Mas o Catania reclamou da arbitragem. Para o presidente do clube, o segundo e o terceiro gol dos giallorossi foram irregulares. Ainda segundo Pulvirenti, “o bandeirinha (Musolino) não pode fazer bem o seu trabalho, pois está completamente fora de forma”.

Mas agora já foi. A Roma venceu e chegou a 32 pontos, passou a Juventus e assumiu a quarta colocação do Campeonato Italiano, a sete pontos do líder Milan. O Catania é o 13º, com 21 pontos.

Éder Fantoni
@ederfantoni