Um gol para Mihajlovic

Seriamente ameaçado no cargo, o técnico Sinisa Mihajlovic precisava de uma vitória contra o Genoa, neste domingo, para aliviar sua situação na Fiorentina. E conseguiu. O treinador deve uma caixa de cerveja a Lazzarri, que marcou o único gol da partida e salvou a pele de Sinisa. O técnico enfrentou vaias por parte do estádio. Vooooolta, Prandelli!!!

Éder Fantoni
@ederfantoni

Anúncios

O Milan não falha

Fiorentina 1 x 2 Milan
Seedorf (M), Pato (M), Vargas (F)

E a capolista vai que vai. Neste domingo, o Milan passou pelo teste Firenze ao derrubar a Fiorentina por 2 a 1, com gols de Seedorf e Pato. Uma boa resposta a Inter e Napoli, que também venceram na rodada. Triunfo merecido, com mais uma exibição decisiva de Pato. Ibrahimovic? Ah, Ibra, Ibra…

Depois de dois jogos suspenso, o sueco ganhou mais um cartão vermelho para a sua coleção ao mandar o bandeirinha ir dar um passeio por Florença – depois do jogo, o atacante negou ter feito isso. O Milan mantém três pontos de vantagem sobre o Napoli, segundo colocado.

Éder Fantoni
@ederfantoni

201 vezes Totti

Fiorentina 2 x 2 Roma
Mutu (F), Totti (2) (R), Gamberini (F)

E depois de marcar dois gols no derby contra a Lazio, Francesco Totti voltou com tudo e evitou a derrota da Roma no Artemio Franchi ao marcar duas vezes. Grande capitano, que fez seu 201º gol na Série A. Legal, mas o empate conquistado em Florença é um passo atrás em relação ao sonho de conquistar a vaga na Champions League.

A Roma ocupa a sexta colocação, com 50 pontos, seis a menos do que a quarta colocada Udinese. A Fiorentina também tem pouco para comemorar com este empate. Ou quase nada.

Éder Fantoni
@ederfantoni

Fiorentina versão Mutu-Gila

Fiorentina 3 x 0 Catania
Mutu (2) (F), Gilardino (F)

Vitória convincente da Fiorentina sobre o Catania, por 3 a 0, na melhor versão Mutu-Gila. O romeno marcou duas vezes – primeira doppietta do atacante nesta temporada. Finalmente ganhou aplausos da torcida viola. Gilardino, em posição de impedimento, também deixou sua marca. A Fiorentina esteve absoluta no jogo. O Catania teve um dia para esquecer.

Éder Fantoni
@ederfantoni

A velha e boa Viola

Palermo 2 x 4 Fiorentina
Pastore (P), Gilardino (F), Nocerino (P), Camporese (F), Bovo (contra) (F), Montolivo (F)

Essa sim é a boa e velha Viola que conhecemos. No Renzo Barbera, o time comandado por Sinisa Mihajlovic mostrou grande personalidade, ficou atrás do placar por duas vezes, mas conseguiu uma excelente vitória contra um grande adversário. Foi o primeiro triunfo da Fiorentina fora de casa neste campeonato. Finalmente! 

Éder Fantoni
@ederfantoni

Chama o Libor

Edy Reja não tinha Rocchi, nem Zárate. Pra piorar, Floccari sentiu uma contusão aos 37min e teve de ser substituído por Floccari. Mas a solução não era ele. Era Libor Kozak. O tcheco, que jogou como titular, marcou os dois gols da vitória da Lazio sobre a Fiorentina, no estádio Olímpico de Roma.

Um de pênalti, outro de cabeça. Uma doppietta para afundar a Fiorentina. A Lazio não fez uma grande partida, mas a equipe de Firenze não é nem sombra daquela velha e boa Viola da época de Cesare Prandelli. A Lazio retoma o caminho das vitórias e descobre que tem um centroavante que pode render bem mais que o esperado. 

Éder Fantoni
@ederfantoni

Uma viola no meio do caminho

O Napoli não conseguiu repetir o mesmo desempenho da partida contra a Juventus, no domingo passado, e ficou no 0 a 0 com a Fiorentina, neste domingo, no estádio San Paolo. Resultado bom? Razoável? Digamos, ruim. Não que a Viola seja ruim (embora os números digam que sim), mas o time azzurro se colocou em um patamar além do que muitos esperavam e hoje luta pelo título.

O empate, porém, esfria um pouco o entusiasmo napolitano depois da vitória sobre a Juventus, por 3 a 0. Mas calma, calma, não criemos pânico. Um resultado como este pode acontecer, até porque a Fiorentina teve um grande primeiro tempo. Mas um bom Napoli no segundo não foi capaz de conquistar a vitória. Dessa vez, Cavani não pôde fazer nada.

Éder Fantoni
@ederfantoni

Gosto de PEPPERONI

Pelo menos hoje, Krasic não fez a diferença

A partida contra a Fiorentina deixou um gosto amargo na boca dos torcedores da Juventus. Não que Pepperoni seja rui, pois marcou um gol de falta no melhor estilo Del Piero, mas a Velha Senhora podia ter diminuído a vantagem do Milan na liderança e ter encostado na Lazio em caso de vitória.

Os planos, porém, não deram certo. A Fiorentina, que ainda não venceu uma partida fora de casa, quase conseguiu a proeza graças a um começo de partida em alta velocidade e a sorte de encontrar a cabeça de Motta na frente após cruzamento de Vargas. Com o peruano em alto ritmo, a Fiorentina tem muito o que comemorar.

A Juve também tinha suas esperanças em um jogador específico: Krasic. Mas hoje não era dia dele, até porque Motta, muito preocupado em parar Vargas, não ajudou no ataque e o meio de campo da Juve, com Felipe Melo e Aquilani, não rendeu como na partida contra o Genoa, por exemplo.

Hoje nem Del Piero iluminou o caminho mais nero do que bianco. Destaque para a boa marcação da Fiorentina no meio, com D’Agostino, Donadel e o jovem Camporese. De todo modo, a Juve criou boas oportunidades para marcar, mas parou em Boruc.

O goleiro da Viola fez grandes defesas. No entanto, na falta cobrada por Pepperoni, Boruc deu um passo para frente e viu a bola morrer no fundo do gol. No fim das contas, não foi um bom resultado para a Juve e nem tanto para a Fiorentina, que continua mal na tabela. E para o Boruc? Vai ganhar uma pizza… de pepperoni. 

Éder Fantoni
@ederfantoni

Ibracadabra

Se Issao Imamura visse o que Ibrahimovic fez neste sábado no San Siro, ele certamente pediria a revelação do truque para marcar um gol desses. Que número do sueco. Uma meia bicicleta para garantir mais três pontos para o Milan e a liderança isolada do Campeonato Italiano.

Neste momento, não há nenhum outro jogador que seja mais importante para um time como Ibra é para o Milan. É o diferencial. A cara da equipe. O cara da equipe. O salvador da pátria. Robinho dá velocidade ao ataque, mas não tem o perfil de Ibra: “matador”.

Massimiliano Allegri optou, mais uma vez, por deixar Ronaldinho no banco de reservas – uma punição pelo jantar prolongado? Dinho é cada vez menos importante para o Milan. O treinador rossonero não tinha Antonini e Pirlo. Este último, um desfalque importantíssimo.

A Fiorentina podia sonhar com Gilardino no ataque, e Ljajic, Marchionni e Cerci mais atrás. A defesa do Milan, ao contrário do que aconteceu contra a Inter de Milão, deu brecha, mas o inseguro Abbiati dessa vez respondeu com segurança ao bombardeio da Viola.

Mas o gol de Ibra acabou com o ímpeto do time de Firenze. Pra você vê que o sueco muda uma partida da água para o vinho em questão de minutos – ou de uma meia bicicleta. Já pensou se o Milan não tivesse Zlatan? 

Éder Fantoni
@ederfantoni

Gila gela o Cesena

Segunda vitória nos últimos três jogos. E esse triunfo foi ainda mais importante, porque nos dois próximos jogos do Campeonato Italiano, a Fiorentina encara Milan e Juventus, ambos fora de casa. Fácil, né? Mesmo com a vitória por 1 a 0 sobre o Cesena, não dá para a torcida da Viola contar vantagem.

O placar mínimo mostra um time ainda descompacto, carente de um craque para acompanhar Gilardino. Mutu? Sim, pode ser, mas ele se machucou no fim do primeiro tempo e agora é mais um problema para Mihajlovic resolver. O treinador já não conta com Frey, Montolivo, Jovetic… E ainda por cima vê Vargas muito abaixo do seu potencial.

E foi exatamente pelas pontas que a Fiorentina pressionou o Cesena, com o peruano pela esquerda e Cerci pela direita. E foi por lá que saiu o gol. Bom cruzamento de Cerci e bela conclusão de Gilardino. O Cesena? Até que chegou bem ao ataque, mas faltou precisão nas finalizações.

O time de Massimo Ficcadenti agora está uma posição acima da zona de rebaixamento. A Viola sobe consideravelmente para a oitava colocação. Mas a rodada será completada neste domingo. A Fiorentina respira. O Cesena, não. 

Éder Fantoni
@ederfantoni